Notícias

Mauá chega a rombo financeiro de R$ 265,4 milhões

Em um cenário de indefinição administrativa no qual o morador não sabe a quem chamar de prefeito, agora Mauá se deflagra com dívidas financeiras de curto prazo que podem chegar a R$ 265,4 milhões ao fim deste ano. Os números foram divulgados por representantes do governo da prefeita em exercício Alaíde Damo (MDB) na tarde desta quinta-feira (12), seis dias após publicar decreto de calamidade financeira. Segundo dados apresentados pela cúpula do governo, a Prefeitura de Mauá contabiliza um débito de restos a pagar em R$ 54,8 milhões referente ao exercício 2017, ainda na gestão do prefeito afastado Atila Jacomussi (PSB) – preso de 9 de maio a 15 de junho. Neste ano, os atrasos com fornecedores alcançaram R$ 59,8 milhões, o que já resulta em uma soma de R$ 114,7 milhões de dívidas em curto prazo já consolidadas. Caso nada seja feito para estancar a sangria financeira da máquina pública até o fim do ano, o passivo de Mauá pode chegar a R$ 142,4 milhões. Ness... LEIA MAIS

Informativo 15º Evolução do emprego formal em Fevereiro de 2018

Prezados (as),  Segue Informativo 15º Evolução do emprego formal em Fevereiro de 2018, elaborado pela Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego da Prefeitura de Santo André, gerência de Indicadores Sociais e Econômicos.  Os destaques são:            O emprego volta a crescer no Grande ABC foram criados 1.790 vagas em fevereiro/18, que passou a ser o segundo melhor mês em geração de empregos formais nos últimos 12 meses, o bom desempenho deve-se, principalmente, à indústria de transformação e ao serviço.          O Grande ABC começa a mostrar fôlego na geração de empregos. Após o saldo negativo de 2.791 vagas em 2017, em 2018 o Grande ABC acumula a criação de 1.395 novos postos de trabalho. Ampliação promovida principalmente pelos serviços que geraram 1.563 vagas e pela indústria de transformação, com 1.408 vagas criadas.          No mês de Fevereiro os municípios de São Bernardo (486 vagas), Mauá (452 vagas) e Santo ... LEIA MAIS

Indústria 4.0 é realidade às PMEs

Segundo dados da CNI (Confederação Nacional da Indústria) sobre a adoção de tecnologias digitais relacionadas à indústria, o termo indústria 4.0 ainda gera grande desconhecimento. Na amostra, 42% das companhias desconhecem a importância das tecnologias digitais para a competividade da indústria e mais da metade não utilizam nenhuma tecnologia. Nessa relação, IoT (Internet das Coisas) e big data, por exemplo, estão em uso por 13 empresas, do total de 2.225 que participaram da pesquisa. Ainda pela CNI, o desconhecimento de tecnologias digitais em manufatura é maior entre as empresas de médio e pequeno portes, cerca de 60%. Entre as grandes, o percentual de empresas que não identificaram alguma das dez tecnologias digitais apresentadas como importante para a competitividade cai para 32%. O avanço tecnológico na indústria não é percebido pelas empresas e esse é o maior desafio. Apesar de alguns setores beneficiarem-se dessa inovação, como logístico, o Brasil ... LEIA MAIS

SICOOB Grande ABC instala ponto de atendimento em Mauá

LEIA MAIS

SENAI - INDÚSTRIA PAULISTA MAIS COMPETITIVA

LEIA MAIS

Curso Técnico a Distância (SEMIPRESENCIAL) - SENAI

LEIA MAIS

Tecnologia para melhorar competitividade industrial

Simpi-SP  27/06/2018 | 07:15 Recentemente, na coluna do Simpi-SP (Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo), abordamos a questão da necessidade premente de as indústrias brasileiras se reinventarem, para que consigam valorizar a produção local e enfrentar a concorrência internacional cada vez mais competitiva. Também falamos sobre a importância da realização de investimentos em tecnologia, especialmente na digitalização de processos que, a exemplo do que ocorre em diversos outros países, máquinas inteligentes passaram a tomar as decisões no chão de fábrica. “A digitalização é uma importante ferramenta para que as fábricas se tornem cada vez mais inteligentes, conectadas e flexíveis”, avalia Celso Placeres, diretor de engenharia de manufatura da Volkswagen América do Sul. Segundo ele, embora a crise econômica e a dificuldade de acesso ao crédito no Brasil tenham reduzido sensivelmente a capacidade de investimentos, a implementa... LEIA MAIS

Nova taxa do lixo em Mauá beneficia quem tem mais dinheiro

Com a promessa de que a população mais pobre pagará menos pela taxa do lixo, a proposta de alteração da cobrança enviada à Câmara de Mauá, pela prefeita em exercício Alaíde Damo (MDB), oferece maior redução do tributo a quem tem mais dinheiro. O governo justifica a situação no projeto de lei, aprovado em primeira votação nesta terça-feira (26) por 13 votos a nove, uma vez que as camadas mais elevadas continham as maiores distorções. A redação estabelece reduções nos valores referentes à taxa do lixo nas cinco faixas de consumo de resíduos sólidos por metro cúbico, inseridas em quatro camadas da sociedade: residencial; consumo público e assistencial; comercial; e por último industrial e grandes consumidores. A cobrança foi sancionada pelo prefeito afastado Atila Jacomussi (PSB) em dezembro e passou a constar na conta de água desde maio. No entanto, quem paga mais pelo tributo terá os maiores descontos com a nova legislação a partir do próximo mês... LEIA MAIS

Intenção de Investimento na Indústria em 2018

Estudo revelou que o desenvolvimento econômico é um dos motivos mais relevantes para a cidade ter se destacado Mauá participou do estudo “Melhores Cidades para Fazer Negócios” elaborado pela Urban Systems para a revista Exame. A pesquisa analisa o potencial de desenvolvimento econômico das cidades, considerando os municípios com as melhores oportunidades para se investir e Mauá está bem colocada no ranking. A pesquisa, que está em sua 5ª edição, verificou as cidades com mais de 100 mil habitantes em 2017, o que totaliza 310 cidades brasileiras. Para a realização do estudo foram feito quatro recortes, focando nas melhores cidades em relação ao desenvolvimento econômico, capital humano, desenvolvimento social e infraestrutura. No quesito desenvolvimento social, Mauá saiu da posição 88ª em 2017 e foi para 61ª em 2018, um salto de 27 colocações, estando a frente de outros 249 municípios. Para a prefeita Alaide Damo, este crescimento se deu por diversos fat... LEIA MAIS

Reunião do grupo de Patrocinadores da AEPIS

Força total focada ao primeiro salão de negócios. https://www.facebook.com/AepisPolodoSertaozinho/posts/617120801993637        LEIA MAIS
Voltar
Estamos esperando por você de Segunda à Sexta Das 8h00 às 17h00
Fone
11 4543.6147
-
- -
Av.Papa João XXIIII, 4170 - Sertãozinho - Mauá/SP Copyright © 2015 AEPIS - Todos os direitos reservados.
Siga a AEPIS Nas redes sociais