Consórcio ABC articula fortalecimento das indústrias da região

Setores automotivo e de ferramentaria são os carros-chefes da economia das sete cidades

“O País está em um momento ruim economicamente, mas o Grande ABC é muito forte e tem potencial imenso', afirmou o secretário-executivo da entidade regional, Edgard Brandão

Crédito: Divulgação/Consórcio ABC

O Consórcio Intermunicipal ABC participa de discussões e articulações para fortalecer dois carros-chefes da economia da região: os setores automotivo e da ferramentaria. O diálogo para desenvolvimento dessas áreas teve duas frentes nesta sexta-feira (31/5).

O secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão, visitou pela manhã a fábrica da Toyota, em São Bernardo do Campo, e se reuniu com o vice-presidente da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE) e diretor da multinacional no Brasil, Thiago Sugahara. Também participaram do encontro o diretor jurídico da entidade regional, Eduardo Barros de Moura, e o diretor administrativo e financeiro da instituição, Miguel Heredia.

No encontro, foram debatidas pautas de interesse comum dos municípios em relação às montadoras instaladas na região. A pauta da reunião debateu o Rota 2030, programa automotivo brasileiro que prevê isenções para montadoras que investirem em tecnologia, e a utilização do crédito que as empresas têm direito sobre o Imposto sobre Circulação de Bens e Serviços (ICMS).

A entidade regional ainda apresentou o projeto do Polo Tecnológico do Grande ABC, que deve reunir grandes empresas, promovendo programas de inovação aberta e estimulando a captação de investimentos para o setor e outras áreas da indústria local. Além disso, o equipamento visa organizar a oferta integrada de serviços tecnológicos e de pesquisa e desenvolvimento, contando com a articulação de universidades, iniciativa privada e associações de classe.

“O País está em um momento ruim economicamente, mas o Grande ABC é muito forte e tem potencial imenso. A ideia é que esse Polo Tecnológico seja muito focado na área automotiva. Iniciamos hoje essa conversa com a Toyota e vamos tentar trazer para o Consórcio ABC uma reunião com todos os interessados do setor metalúrgico para que haja um entendimento e saia daqui uma carta de reivindicações do setor ao Governo do Estado”, afirmou o secretário-executivo da entidade regional, Edgard Brandão.

Também pela manhã, o Consórcio ABC, representado pelo diretor de Programas e Projetos, Giovanni Rocco, participou do segundo dia do 12º Encontro Nacional de Ferramentarias (Enafer), realizado no Senai Mário Amato, em São Bernardo. O evento proporciona amplo fórum para apresentações e discussões críticas sobre a realidade atual e cenários futuros do setor.

Além do Rota 2030, outro tema importante abordado no encontro foi o Pró-Ferramentaria, programa do Governo Estadual de fomento à essa área da indústria, que tem forte atuação no Grande ABC. Em março, o secretário da Fazenda e do Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, anunciou que a medida deve sair do papel ainda neste ano.    

O projeto foi sugerido em agosto de 2017 pelos prefeitos da região, por meio do Consórcio ABC, em parceria com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Na ocasião, foi assinado protocolo de intenções que solicitava a liberação dos créditos acumulados do ICMS para investimentos no setor. O documento foi elaborado por meio de iniciativa conjunta entre a entidade regional e a Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC.

“Hoje, as montadoras do estado têm cerca de R$ 10 bilhões acumulados em ICMS. A ideia é que esse dinheiro volte ao mercado, para o segmento da ferramentaria, com o objetivo de impulsionar ainda mais o setor, que é de grande importância para a economia da região”, afirmou o diretor de Programas e Projetos do Consórcio ABC, Giovanni Rocco.

Voltar
Estamos esperando por você de Segunda à Sexta Das 8h00 às 17h00
Fone
11 4543.6147
-
- -
Av.Papa João XXIIII, 4170 - Sertãozinho - Mauá/SP Copyright © 2015 AEPIS - Todos os direitos reservados.
Siga a AEPIS Nas redes sociais