PLANO DE AUXÍLIO MÚTUO, UNIÃO QUE GERA RESULTADOS NO COMBATE A EMERGÊNCIAS

Com o avanço da industrialização, principalmente a partir da década de 70 e consequente aumento dos riscos que envolve o processo industrial, acidentes de grandes proporções começaram a ser recorrentes, demandando das empresas a tomada de ações mais efetivas no controle de grandes desastres. O Plano de Auxílio Mútuo (PAM) vem de encontro a esta necessidade das empresas de minimizar os danos decorrentes de uma situação emergencial que não pode ser evitada.

No Brasil, um dos pioneiros, o PAM Capuava do Polo Petroquímico do Grande ABC, criado em 1986, atua desde então em conjunto com Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e CETESB, no combate a emergências, tendo atendido neste período mais de 10 emergências que poderiam ter se tornado grandes catástrofes não fosse a ação imediata e bem coordenada do grupo.

O PAM consiste em conjunto de ações planejadas com o objetivo de estabelecer diretrizes básicas para conjugar esforços no planejamento, desenvolvimento e tomada de ação, visando reunir recursos materiais e humanos necessários, com o objetivo de assegurar maior eficiência no atendimento de situações emergenciais, como incêndios, vazamentos de produtos e substâncias perigosas, ou qualquer outro evento que possa acarretar danos às pessoas, patrimônios e ao meio ambiente.

 

Para garantir eficiência, o PAM dispõe de sistema interno de comunicação digital, entre as empresas e o Corpo de Bombeiros. “Numa situação de emergência, a empresa aciona o sistema para que as parceiras recebam o aviso e liberem as equipes de socorro, compostas por brigadistas, equipamentos e viaturas, que se deslocam com rapidez para atuação no local da emergência.

Reuniões mensais, simulados de emergência entre as empresas, simulados anuais com a participação da comunidade, auditorias nas empresas, trocas de experiências e testes diários do sistema de comunicação são atividades constantes do PAM, com o fim de garantir sua eficiência.

 

Vários grupos de empresas, polos industriais e até mesmo entidades do poder público pelo país implementaram e participam de PAMs, buscando estabelecer sinergias entre as empresas e órgãos responsáveis pelo combate a situações emergenciais, com intuito de proteger e salvaguardar a vida humana, proteger o meio ambiente e patrimônio das empresas.

Nesta mesma linha, a AEPIS – Associação do Empresários do Polo Industrial de Sertãozinho, recentemente, vem trabalhando no “Projeto do PAM”, buscando parcerias para concretizar a constituição do Plano de Auxílio Mútuo do Polo Industrial, tendo a certeza que o projeto contribuirá de forma muito significativa para segurança de todas as empresas aqui estabelecidas, bem como para toda a comunidade local.

Vagner Florencio

EngºAmbiental e Segurança do Trabalho

Silcon Ambiental Ltda

Coordenador GT Infraestrutura e Meio Ambiente – AEPIS

Contato: vagner.florencio@silcon.com.br

Voltar
Estamos esperando por você de Segunda à Sexta Das 8h00 às 17h00
Fone
11 4543.6147
-
- -
Av.Papa João XXIIII, 4170 - Sertãozinho - Mauá/SP Copyright © 2015 AEPIS - Todos os direitos reservados.
Siga a AEPIS Nas redes sociais